‘Dança Bacana’ nos preparativos para a apresentação ‘Sonhos em Movimento’

O evento, que será realizado mês que vem em Ribeirão Preto, contará os sonhos das crianças por meio de danças

O projeto “Dança Bacana” está se preparando para sua apresentação de dança, nomeada “Sonhos em Movimento” que acontecerá no dia 20 de julho, no Teatro Municipal de Ribeirão Preto, às 20h30.

Uma das maiores curiosidades dessa apresentação está no cenário, que foi produzido de acordo com os desenhos dos alunos, ou seja, a partir do entendimento de sonho para eles.

Para Greice Veridiano, professora do projeto, o nome da apresentação define exatamente o que se passa pela cabeça dos alunos. “Sonhos em Movimento realmente representa o que essas crianças estão vivendo, o prazer de apresentar o que elas tanto gostam ao público. Tudo isso está sendo maravilhoso para elas”, comenta.

A aluna Beatriz Marchetti, 11, que está na iniciação há 2 anos, comenta sua expectativa para o espetáculo. “Tenho como papel na apresentação, ser uma bela estrela. Estou muito ansiosa e muito feliz para o festival. O que eu mais quero é que o projeto continue”, afirma.

Os testes de maquiagem já estão sendo realizados junto à produção dos elementos cênicos como capelos de formatura e varinhas de fada. Segundo a professora, cada objeto da apresentação está sendo feito ao gosto de cada criança.

Samira Faves, 14, também aluna do “Dança Bacana”, agradece o projeto pela oportunidade e fala sobre o sentimento de seus colegas em questão ao festival. “Sou muito grata aos professores e coordenadores pela oportunidade. Não falo somente por mim, mas também pelos colegas, que com certeza estão muito contentes e esperançosos para a apresentação. Todo esforço valerá a pena, disso tenho certeza”, destaca.

Sobre o projeto

O projeto “Dança Bacana” oferece aulas de balé e danças urbanas, no contraturno escolar, para crianças e adolescentes de sete a 15 anos de Ribeirão Preto e Leme.

O “Dança Bacana” conta com o patrocínio da TS Tech e da Algar, por meio da renúncia fiscal do ICMS (Imposto sobre Circulação de Produtos e Serviços), garantido pelo Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo (PROAC).