Leme recebe neste sábado lançamento do projeto ‘Graffito’

imagem_release_1078534

Durante o evento, os alunos vão grafitar um dos muros do Parque Ecológico Mourão

Na manhã do próximo sábado (30), será realizada a cerimônia de lançamento oficial do projeto “Graffito”, que iniciou suas atividades em Leme no mês de agosto. O evento, que é aberto ao público, terá início às 9h, no Parque Ecológico Mourão.

A solenidade vai contar com a presença de autoridades locais, representantes das empresas patrocinadoras e apoiadores que colaboraram para a concretização da iniciativa.

Na oportunidade, o público presente também vai poder curtir o som da banda Sambotagem Racional e acompanhar o processo de criação de um graffiti, que será feito pelos alunos do projeto.

O “Graffito” beneficiará 100 crianças e adolescente de sete a 15 anos matriculados na rede pública de ensino do município e vai trabalhar, de forma gratuita, a arte do graffiti através de quatro temas: diversidade étnica, visibilidade de meninas e mulheres na arte de rua, cuidados com o meio ambiente e esporte para promoção de saúde.

Ainda há vagas disponíveis. Para se inscrever, basta comparecer aos locais e horários das aulas, que são ministradas às terças e quintas-feiras, no Centro de Referência do Adolescente I (CRA I), das 8h às 9h30; no Centro Comunitário, das 10h às 11h30; no Centro de Referência do Adolescente II (CRA II), das 13h às 14h30 e no Centro de Referência do Jovem (CRJ), das 15h às 16h30.

O Parque Ecológico Mourão fica localizado na Avenida Taufic Nacif Mansur, 380, Jardim do Bosque.

Sobre o projeto

O principal objetivo do “Graffito” é levar e fomentar cultura junto às escolas da cidade. As crianças e adolescentes também recebem, gratuitamente, lanche após cada aula e uniforme. O projeto faz, ainda, uso da metodologia de controle de talentos, incentivando a frequência e o bom comportamento escolar.

A iniciativa tem o patrocínio da empresa TS Tech, por meio da renúncia fiscal do ICMS (Imposto sobre Circulação de Produtos e Serviços) garantido pelo Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo (Proac). O projeto conta também com a parceria das Escolas Estaduais Newton Prado, Profª. Altimira Pincke, Profª. Maria Joaquina de Arruda, Prof. Arlindo Favaro e das Escolas Municipais Aparecida Taufic Nassif M. Naif, Helaine Kock Gomes, Ruth Zelina e Raquel dos Anjos Marcelino.